February 11, 2019

January 3, 2019

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Disfunção têmporomandibular (DTM)

November 6, 2017

 

A disfunção têmporomandibular (DTM) é caracterizada por dor na própria articulação e que pode irradiar para mandíbula, ouvidos, pescoço e pilares tonsilares. A sua prevalência é maior em mulheres de 20 a 40 anos, onde estudos demonstraram papel do estrogênio na sensibilização de neurônios trigeminais, exercendo papel na modulação da dor.

 

Por ser uma articulação sinovial, alterações anatômicas do disco intra-articular (que mantém a harmonia entre os movimentos articulares) podem levar a disfunção e dor, porém causas extra - articulares parecem ser mais comuns. O estresse pode ser um fator desencadeador ou de exacerbação na evolução da DTM, bem como a má oclusão dentária. Além disso, história de bruxismo pode estar presente.

 

Caso a condição para a dor seja a DTM de origem artrogênica, observa – se cliques, crepitações e limitação da amplitude de movimentos e podemos também encontrar pontos gatilhos na musculatura envolvida configurando dor de origem miofascial.

Quando ocorre dor de cabeça, essa pode ser indistinguível da cefaleia tensional e estudos apontam que mulheres que sofrem de enxaqueca tem maiores chances de experimentar DTM dolorosa seja ela de origem artrogênica ou miogênica.

 

Exames complementares podem ser solicitados, os raios – x são melhores para identificar artrites de origem inflamatória e/ou degenerativa e a ressonância nuclear magnética para avaliação do disco intra – articular e marcadores de inflamação podem ser solicitados especialmente na suspeita de artrite inflamatória e/ou arterite temporal.

 

Como diagnósticos diferenciais, temos dor de origem dentária, sinusites, tumores, síndrome dolorosa regional complexa de face, “entrapment nervoso"(compressão), entre outros.

 

O padrão ouro para tratamento da DTM é a combinação de medicações, bloqueios intra – articulares (diagnóstico e terapêutico), órteses para evitar o bruxismo e aperto de mandíbula, fisioterapia e mais raramente cirurgia para restaurar o disco articular deslocado.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags