February 11, 2019

January 3, 2019

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Radiofrequências

March 22, 2018

 

 

A Radiofrequência é um procedimento minimamente invasivo, realizado com sedação e anestesia local, sendo uma excelente alternativa para tratamento da dor crônica, principalmente nos casos em que acometem a coluna, em toda sua extensão. Este procedimento é indicado para os pacientes que não melhoram com o tratamento clínico, bem como aqueles que não querem ou não podem operar por algum motivo e até mesmo para os pacientes que não melhoraram após alguma cirurgia de coluna.

 

Sendo assim, os pacientes selecionados para o procedimento, serão aqueles que obtiveram boa resposta ao bloqueio (anestesia) do seguimento responsável por estar gerando a dor, claro que antes passando por história clínica e exame físico adequados para definir o local a ser bloqueado. O alvo escolhido, será alcançado por auxílio de métodos de imagem, a exemplo dos RAIOS – X e/ou ULTRASSONOGRAFIA.

Então, os pacientes que obtiverem alívio satisfatório de sua dor após anestesia do local definido através de avaliação médica adequada, estarão aptos a serem submetidos aos procedimentos de radiofrequência. Atualmente, estão disponíveis 3 tipos de radiofrequência:

  • Convencional

  • Resfriada

  • Pulsada

A técnica convencional, é responsável por lesionar a parte do nervo que transmite a sensação de dor, preservando outros tipos de sensibilidade bem como a sua função motora (não perde a força e nem movimentos), sendo bastante utilizada para tratamento da dor proveniente das articulações da coluna cervical, torácica e lombar (facetárias) e a resfriada utiliza do mesmo princípio, porém realizando lesões bem maiores do que a convencional, sendo mais eficiente para outras estruturas do corpo, como artrose de joelho e articulações sacroilíacas.

 

A técnica “pulsada”, utiliza – se de pulsos de calor sobre o nervo acometido, sem, no entanto, causar qualquer lesão do mesmo, preservando todas as suas funções, estes pulsos são responsáveis apenas por gerar modulação da dor gerada por estes nervos, através da liberação mantida de certos neurotransmissores, atuando em conjunto para o alívio duradouro da dor crônica gerada pela estrutura em questão. Como exemplos, utilizamos esta técnica para tratamento de dores causadas por hérnias de disco (“nervo ciático”), por lesões de nervos periféricos e também dores causadas por degeneração dos discos intervertebrais.

 

O alívio da dor fornecido pelas radiofrequência costuma ser duradouro e nada impede de o mesmo ser repetido após um tempo, enquanto isso, após o procedimento, o paciente aplica – se a reabilitação para experimentar melhores resultados da terapia.

 

O procedimento dura em média 45 minutos, e após ser realizado, o paciente pode retornar ao seu domicílio, não precisando ficar internado no hospital, recomendamos um jejum de 8 horas antes devido a realização de uma sedação pelo anestesista para maior conforto na hora do procedimento.

 

 Referências:
Rathmell JP. Atlas of Image-Guided Intervention in Regional Anesthesia and Pain Medicine. Lipincott Williams&Wilkins. Philadelphia 2006.
O’Connor T, Abram S. Atlas of Pain Injection Techniques. Churchill Livingstone. London 2003

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags