February 11, 2019

January 3, 2019

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Pubalgia

October 17, 2018

 
 

Pubalgia é o nome dado à dor originada ou relacionada à região púbica (sínfise púbica).

 

 

 

 

É mais freqüente em atletas de futebol, mas pode estar presente em corredores ou em praticantes de atividades de impacto. Geralmente se relaciona a desequilíbrios musculares desta região.

 

As forças envolvidas no drible e no chute causam grande stress na sínfise púbica e podem dar origem a um processo inflamatório por sobrecarga mecânica no local.

 

A recuperação é lenta e eventualmente pode ser necessário o afastamento das atividades de impacto por alguns meses.

 

Pode relacionar-se ao que chamamos de osteíte púbica, que seria a inflamação do osso "púbis" e também a tendinites, principalmente dos adutores (músculos internos das coxas) e a problemas da parede abdominal, como hérnias inguinais, lesões musculares, etc.

 

O que causa a pubalgia?

 

A pubalgia afeta principalmente os atletas de atividades físicas rigorosas, devido aos micro-traumas de repetição na região da sínfise. Geralmente se associa ao desequilíbrio muscular entre os músculos abdominais e os adutores.

 

A dor estende-se da região púbica pela face interna da coxa, podendo irradiar-se também a virilha. Piora após as atividades físicas. Pode iniciar insidiosamente ou abruptamente após um trauma ou um estiramento muscular.

 

Através do exame físico detectam-se sinais e sintomas típicos da pubalgia. Podem ser necessárias radiografias e ressonância nuclear magnética para confirmação diagnóstica.

 

Devem ser afastadas outras causas de patologia abdominal, como hérnias ou problemas uro-ginecológicos.

 

O tratamento baseia-se inicialmente em repouso, abstenção de atividades de impacto e principalmente em um extenso programa fisioterápico, buscando o reequilíbrio muscular. Além disso, podemos realizar infiltrações no local acometido orientados por imagem.

 

Raramente necessita tratamento cirúrgico, mas casos graves ou que não respondem adequadamente ao tratamento fisioterápico e medicamentoso podem ser submetidos a cirurgia para descompressão local, desbridamento (limpeza) ou até mesmo fixação da sínfise púbica.

 

Fonte:

 

https://medicinadoquadril.com.br/site/pubalgia/

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags